5º Fórum Gestão Operacional de Parques Eólicos

30 e 31 de Outubro de 2017

Hotel Golden Tulip Paulista Plaza | São Paulo | SP

55 (11) 3266-3591

Agenda Completa

09:00

Cenários, Desafios e Modelos para o Mercado de Services e O&M Eólico Brasileiro

- Cenário político-macroeconômico atual X Leilões de Energia X -
Capacidade produtiva dos fabricantes: Quais as perspectivas para o segmento eólico?
- Cenário do Mercado eólico com disputa de contratos de Serviços e O&M após saída da Suzlon do Brasil
-O&M independente do fabricante da turbina: Quais são as alternativas, os modelos e soluções de O&M compartilhado já existente em mercados maduros?
- Desafios para o amadurecimento dos serviços de O&M de aerogeradores no Brasil
- Debate: Impacto na performance de parques eólicos devido a problemas em série de grandes componentes de turbinas eólicas. O que os fabricantes estão pensando no desenvolvimento e na fabricação de seus produtos para mitigar estes riscos e problemas?

Felipe Andreas (PRESENÇA CONFIRMADA)

COTESA

 

DEBATE E Q&A COM A AUDIÊNCIA

Gabriel Luaces Fernández (PRESENÇA CONFIRMADA)

Atlantic Energias Renováveis

William Boger (PRESENÇA CONFIRMADA)

GE Renewable Energy

Juliana Marques (PRESENÇA CONFIRMADA)

Siemens Gamesa

10:30

COFFE BREAK E NETWORKING

11:00

Gestão de Riscos em Contratos de O&M Eólico Compartilhado entre OEMs x ISPs x Clientes

- Alternativas e desafios contratuais para O&M de WTGs (OEMs x ISPs x In-house). Quais riscos devem ser assumidos em contratos de O&M pelas partes?
- Desenvolvimento de contratos de fornecimento & O&M que possam mitigar os riscos de desvios na modelagem financeira do negócio além dos recursos(Ventos)
- Flexibilizar contratos de O&M como: Internalização, híbridos ou continuar com a segurança e alto custos dos modelos full? Como analisar e tomar decisões?
- Gerenciamento de Riscos e Custos para definir estratégias de O&M entre ISP, In house ou OEM.
- Importância da sinergia entre construção, comissionamento e O&M – do início ao fim.

Juliana Lucena Barros Damasceno (PRESENÇA CONFIRMADA)

VESTAS

Rodrigo Sluminsky (PRESENÇA CONFIRMADA)

Casa dos Ventos Energias Renováveis

13:00

ALMOÇO

14:00

Engenharia de Confiabilidade Aplicada à Gestão de O&M em Aerogeradores

- Influencias climáticas nos aerogeradores. Quais diferenças nas maquinas do nordeste x sul, e com "wind shears“, por exemplo?
- Como a atuação do setor de qualidade influencia na gestão de O&M de turbinas?
- Como prever os custos futuros dos parques eólicos (OPEX), principalmente dos aerogeradores?
- Estratégias para definir metas que otimizem o desempenho dos aerogeradores
- O&M completo da turbina por ISP: Prós e contras
- Engenharia do proprietário na manutenção de aerogeradores (Gestão de O&M programadas, preventivas, preditivas e corretivas)
- Antecipação Saída de Garantia: Quando? Qual o trigger? Como o tamanho da frota impacta na decisão?
- Estudos de casos de detecção e diagnóstico de colapso e falhas de turbinas eólicas

Cleiton Tosetto (PRESENÇA CONFIRMADA)

VESTAS

Thadeu Silva (PRESENÇA CONFIRMADA)

TS Energy Service

 

Estudo de Caso: Investigação das Perdas Elétricas nas Redes Subterrâneas de Média Tensão

Grazielle Jacinta Santos (PRESENÇA CONFIRMADA)

Energisa Soluções

16:00

COFFE BREAK E NETWORKING

16:30

Painel SCADA e Big Data: Dados Operacionais para tomada de decisões no O&M Estratégico

Caso Prático: Decisões cotidianas de O&M baseadas em dados:
- Como priorizar os atendimentos no início do dia?
- Parar ou não os aeros para realizar corretiva programada?
- Extra Work nos finais de semana: como avaliar o benefício?
- Programação de intervenções no Grid;
- Análise crítica de Disponibilidade Contratual;

Leonardo Soares (PRESENÇA CONFIRMADA)

Casa dos Ventos Energias Renováveis

17:00

Apresentação: Aplicação de técnicas de Machine Learning para transformar dados de gestão operacional

- Interação Cliente X Fabricante e a busca pela disponibilização de dados SCADA satisfatórios. Quais os caminhos?
- Estudos, benchmarks e análise de performance de aerogeradores através dos dados do SCADA.
- Uso de ferramentas PIMS (Plant Information Management Systems) no O&M eólico estratégico
- Formas de usar os dados operacionais para tomada de decisões e em tempo real 
- Big Data: Como tirar proveito para uma operação estratégica e eficiente

Ismar Kaufman (PRESENÇA CONFIRMADA)

In Forma

18:30

Encerramento do 1º Dia do Encontro

Patrocínio

Apoio Oficial

Apoiador Institucional

Apoiador de mídia